Cerca de 40 milhões de brasileiros poderão ter celulares bloqueados, diz Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações aponta que medida vai atingir aparelhos sem certificação

Por Oeste Mais

10/07/2017 09:14


Cerca de 40 milhões de brasileiros poderão ter os celulares bloqueados até o final do ano. A medida vai atingir quem comprou aparelhos sem certificação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que regula o setor, cujo registro não seja válido.

 

Esse registro, chamado de Imei — sigla em inglês para Identidade Internacional de Equipamento Móvel —, é único para cada aparelho, como o número de chassi de um carro. A medida se estende a outros aparelhos que utilizam chip para se conectar à internet, como laptops, computadores, tablets e babás eletrônicas. O objetivo é combater o comércio paralelo, principalmente de celulares.

 

Nos últimos anos, vem crescendo o número de lojas, camelôs e sites que vendem modelos sem homologação, falsificados ou roubados. Esses modelos, mais baratos, tornam o aparelho mais acessível à população de baixa renda.

 

A previsão atual da Anatel é que no dia 15 de setembro as empresas de telefonia avisem, via mensagem de texto (SMS), os clientes de que o aparelho não é regularizado e será bloqueado. Ou seja, a linha e o pacote on-line serão suspensos. O bloqueio poderá ser feito 75 dias após a notificação.

Do O Globo


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.