Colombo vai assinar em Xanxerê ordem de serviço para conclusão de ampliação do Hospital Regional São Paulo

Referência na região, unidade terá obra concluída com assinatura da ordem de serviço para construção da última etapa

Por Oeste Mais

06/02/2018 09:19 - Atualizado em 07/02/2018 15:36


O governador Raimundo Colombo estará na próxima sexta-feira, dia 9, em Xanxerê, para assinar a ordem de serviço da segunda etapa da obra de ampliação do Hospital Regional São Paulo, no valor de R$ 11,2 milhões. O evento será no auditório do hospital, às 15h30, com a participação do Secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, e outras lideranças.

 

Na primeira etapa da obra foram investidos R$ 11,5 milhões na estrutura dos oito pavimentos e conclusão dos dois primeiros. Além disso, o governo do estado também já repassou o valor de R$ 7,2 milhões para a aquisição de equipamentos e mobiliários para o primeiro e segundo pavimento, que contempla o novo serviço em radiologia, com ressonância magnética, tomografia, radiologia digital, mamografia, desintometria óssea, ultrassonografia, nova hemodinâmica e UTI Coronariana com dez leitos.

Ampliação do hospital será concluída a partir de assinatura da ordem de serviço (Foto: Divulgação)

Após finalizada a segunda etapa, a estrutura com cerca de 5,5 mil metros quadrados contará com o novo serviço de radiologia no primeiro pavimento. No segundo pavimento ficará a UTI coronariana com dez leitos e a nova hemodinâmica. O terceiro pavimento contempla ambulatório de especialidades médicas e no quarto pavimento UTI geral com dez leitos e Central de Esterilização de Materiais. O quinto pavimento será destinado para acomodar as centrais de climatização e demais equipamentos. No sexto será instalado o novo centro cirúrgico com seis salas, duas delas para cirurgias de grande porte. O sétimo pavimento contará com a nova unidade de enfermarias para internação e no oitavo pavimento ficará a cobertura e o heliporto.

 

Referência na região

 

O Hospital Regional São Paulo é referência em serviços de alta complexidade na área de cardiologia, abrangendo atendimentos a uma população de 1,3 milhão de habitantes em Santa Catarina. São atendidos municípios de 13 Agências de Desenvolvimento Regional: Caçador, Chapecó, Concórdia, Dionísio Cerqueira, Itapiranga, Joaçaba, Maravilha, Palmitos, Quilombo, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Videira e Xanxerê.

 

Em urgência e emergência, o hospital atende cerca de 150 mil habitantes na região da Amai e conta com UTI geral, UTI neonatal e centro cirúrgico. São mais de seis mil metros quadrados, 174 leitos, cerca de 470 colaboradores e 70 médicos cadastrados no corpo clínico. Por ano são realizados quase 80 mil atendimentos no ambulatório e pronto atendimento, nove mil internações e 1,2 mil partos.

 

Para o diretor administrativo do hospital, Fábio Lunkes, o ato demonstra o comprometimento do governo do estado e das lideranças da região com a qualidade do atendimento prestado à população. “A obra irá garantir manutenção e ampliação dos serviços do Hospital Regional São Paulo”, avalia.

 

O secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Xanxerê, Ademir Gasparini, ressalta que a obra é uma das principais realizadas pelo governo catarinense na região. “Temos várias obras importantes, mas quando falamos em saúde, o cuidado e a atenção também precisam ser redobradas. O hospital atende, além de Xanxerê, vários outros municípios e é referência em cardiologia. Estamos felizes com mais este investimento que irá proporcionar mais qualidade na saúde”, afirma.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.