Árbitro de Nacional e Chapecoense estava escalado para apitar final que nunca aconteceu

Paraguaio que vai apitar confronto na noite desta quarta-feira seria o árbitro da decisão da Sul-Americana em 2016

Por Jhonatan Coppini

07/02/2018 11:05 - Atualizado em 07/02/2018 11:05


Paraguaio Mario Diaz de Vivar é o árbitro da partida desta quarta-feira (Foto: Divulgação)

Mario Diaz de Vivar é o árbitro da partida entre Nacional e Chapecoense na noite desta quarta-feira, dia 7, valendo vaga para a próxima fase da Libertadores da América. O jogo está marcado para as 21h45, no Parque Central em Montevidéu.

 

O árbitro é o mesmo que estava escalado para apitar a final da Copa Sul-Americana 2016, entre Atlético Nacional-COL e Chapecoense. Em função da tragédia com o voo do time brasileiro, a partida nunca aconteceu.

 

Mais tarde, ele foi responsável pelo duelo entre as equipes pela Recopa Sul-Americana, já em 2017. Mario Diaz de Vivar será auxiliado na partida desta noite pelos bandeiras Eduardo Cardozo e Juan Zorilla. O trio é do Paraguai.

 

Resultado para seguir na competição

 

Os uruguaios venceram o jogo de ida por 1 a 0 e precisam de um empate para avançar. Para o Verdão, apenas a vitória interessa. Caso vença tendo marcado dois gols ou mais, os brasileiros seguem vivos no torneio. Vitória pelo mesmo placar da primeira partida leva a disputa para os pênaltis.

Chape precisa vencer por um gol de diferença para seguir na Libertadores (Foto: Sirli Freitas)

Com informações do Globo Esporte


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.